Liderança: a chave para um ambiente colaborativo em tempos de crise

O momento que o mundo está passando tem trazido muitas mudanças para a rotina das empresas. Nesses ambientes, nos quais muitas vezes o trabalho remoto não era uma realidade 100% aplicada, saber liderar é fundamental para fomentar a colaboração, tanto entre as equipes, como da companhia com seus clientes e parceiros de negócios.

O isolamento social pode causar uma situação de reclusão, na qual se torna especialmente importante manter uma frequência maior de contato com os colaboradores, diferente da que existia no ambiente do escritório. O líder, mais do que nunca, precisa conversar com o funcionário e entender que ambos estão em um momento mentalmente mais estressante e de necessidade de troca de experiências. Essa é a chave para enfrentar a situação.

Colaboradores que têm filhos, por exemplo, passaram a precisar administrar o dia a dia de tarefas de casa, como preparar o almoço e ainda ajudar suas crianças com as aulas online, ou com atividades que os entretenham enquanto não voltam para o ambiente escolar. Eu mesmo, enquanto esboçava este artigo, tinha minha filha por perto, pois era seu aniversário. É preciso administrar estas atividades, que, por mais prazerosas e importantes que sejam, demandam atenção e tempo. Soma-se a isso o trabalho cotidiano, com maior número de e-mails e de reuniões que surgem devido ao isolamento social. Tudo isso pode trazer uma sobrecarga emocional.

Algumas medidas que penso que o líder pode tomar para aliviar a tensão do ambiente corporativo neste momento, não só para a equipe, mas para ele mesmo, envolvem a interação entre os membros do time. Aqui, algumas atividades que adoto no dia a dia e recomendo:

Faça uso de vídeo, não apenas áudio: postar um vídeo na rede da empresa ou fazer chamadas com os colaboradores nas quais todos possam ser ver é uma excelente maneira de manter a conexão humana.

Líderes também tranquilizam: essa é uma atividade que pode começar pelo CEO da empresa e ser replicada por todos. Essa figura de gestão e liderança precisa trazer ao time insights interessantes sobre como a empresa está agindo em tempos de crise e mostrar que, apesar de possíveis perdas que pode sofrer, a companhia está tomando atitudes para manter clientes, por exemplo.

Usar grupos de mensagens de maneira descontraída, e não só para falar de trabalho: os mensageiros podem ter outros usos, mais criativos e que tragam o acolhimento e aproximação que seu time precisa. Tenha um grupo da equipe no qual possam postar selfies, mostrar seu ambiente de trabalho do dia a dia, trocar ideias do que fazer de interessante para aproveitar o tempo que antes gastavam no trajeto ao escritório e até mesmo dividir suas angústias ou as coisas boas que o momento tem trazido. Isso cria um pouco mais de aproximação entre as pessoas no cotidiano.

Faça muito mais do que chamadas de trabalho: algumas ideias que viabilizamos com nossos times e que podem te ajudar a manter a conexão com sua equipe são as reuniões semanais das equipes para falar de temas que não sejam relacionados ao mundo corporativo. Começar meia hora antes do horário de expediente com um café virtual, em que todos trazem suas canecas e lanches, ou mesmo terminar meia hora depois uma vez na semana com um happy hour de integração virtual podem ser momentos de troca valiosos para todos. Ao invés de focar apenas em dificuldades ou problemas, isso pode criar um ambiente mais leve, descontraído e de interação.

Use o tempo de funcionários que não estão com demanda tão grande para treinamentos virtuais, tanto técnicos quanto comportamentais. E mesmo que sua equipe esteja trabalhando 100%, inserir na rotina uma aula com um profissional especializado em meditação, ergonomia ou exercícios físicos pode trazer bem estar e diminuir a sobrecarga mental do momento.

Já no caso da colaboração com os clientes, minha principal dica é ficar em contato constante. É importante chamá-lo numa videoconferência eventualmente e perguntar como estão as coisas, fazer um alinhamento semanal ou quinzenal, dependendo da rotina. Isso vai ajudar a entender como os seus serviços estão funcionando no cliente, se ele tem dúvidas ou precisa de algo.

É importante termos a empatia de compreender que a situação que estamos vivendo é atípica e se aplica mundialmente. As empresas e seus líderes, especialmente os que têm equipes atuando em muitos países, estão acostumados com problemas regionalizados, que se resolvem pontualmente em cada local. Mas, no momento, todos temos a mesma dor e, apesar do isolamento social, estamos todos muito mais unidos.

Estamos vivendo um momento único de desafios e, principalmente, de oportunidades de mudança, e precisamos aproveitá-las de maneira positiva. Compartilhar as melhores práticas é um jeito de fazer a diferença e ajudar empresas de todo o mundo a gerarem um ambiente de colaboração saudável e rico de conhecimentos e histórias.

José Renato Gonçalves
José Renato de Mello Gonçalves

Com mais de 15 anos de experiência em tecnologia da informação e telecomunicações, José Renato de Mello Gonçalves é o Vice-Presidente da Orange Business Services para a América Latina. Nesse cargo, José lidera os times de vendas e pré-vendas na implementação da estratégia da empresa de tornar-se um parceiro de confiança na transformação digital dos nossos clientes na América Latina..