Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Orange Business Services
Image CAPTCHA
Enter the characters shown in the image.

Quais são as tendências que impulsionam a adoção de SDN?

Publicado em 29 de Setembro de 2017 por Felipe Stutz

Em que momento a TI começou a transformar-se em software? Se analisarmos muitas ferramentas que utilizávamos para trabalhar no passado, hoje já há um software que cumpra suas funções. A realidade é que vivemos um processo de digitalização, no qual o software, muito mais que o hardware, tem um papel central na transformação digital das empresas que querem se manter competitivas.

E nesse processo, ao qual muitos atribuem o pensamento de que o “software está dominando o mundo”, a rede não é coadjuvante. As redes definidas por software (SDN) ganham cada vez mais relevância. Os motivos são claros: de um dia para o outro, as exigências que recaem sobre as redes mudaram. E nesse sentido, existem cinco tendências que estão impulsionando a adoção da SDN:

Um universo de dispositivos conectados

O universo corporativo, que anos atrás era dominado por computadores, hoje é um mundo de dispositivos: laptops, smartphones, tablets – corporativos e pessoais – se conectam à rede. Se o uso mudou, não seria lógico afirmar que as redes também deveriam mudar? Sim, isso é fundamental para suportar todos esses dispositivos sem impactar a experiência do usuário e garantir, ao mesmo tempo, a segurança dos dados.

O tráfego na rede evoluiu

O tráfego de dados vem crescendo exponencialmente, mas não foi só isso que aconteceu. Houve uma mudança no tipo de tráfego e seu destino. Por exemplo, hoje se consome muito mais vídeo que antes, e a maioria das empresas permite acesso livre à internet para seus colaboradores, incluindo para fins pessoais. Por isso, é necessário que a rede esteja preparada para suportar as mudanças de perfil de uso e garantir a disponibilidade de serviços críticos para o negócio.

Os dados são o novo petróleo

Em um contexto no qual coletar e analisar dados se torna cada vez mais importante, contar com uma boa capacidade de rede é vital. Os dados são o novo petróleo para as companhias, permitindo a elas tomarem melhores decisões e planejar em função do cruzamento deles. A rede deve acompanhar essa necessidade.

Já não é possível resistir à nuvem

À medida em que mais empresas da região descobrem os benefícios de migrar para a nuvem, deve-se levar em conta que essa migração requer uma estratégia de conectividade e segurança muito bem definida e executada. Levar isso em conta traz ao negócio os benefícios de contar com acesso às aplicações que precisam, no momento em que precisam, proteger dados corporativos e garantir uma experiência de uso de qualidade.

A necessidade de ter uma infraestrutura pronta para o futuro

A transformação digital é um processo contínuo que vai enriquecendo a medida em que surgem novas tecnologias que impactam positivamente nos negócios. Hoje, por exemplo, falarmos de implementações massivas para o futuro do IoT, inteligência artificial ou realidade virtual. Mas para estar preparado para implementar as tecnologias do futuro é preciso começar a criar uma infraestrutura que possa ser escalável para suportá-las. E a conectividade nesse ponto é fundamental.

Estamos, sem dúvida, atravessando um momento no qual a rede é protagonista. Muitas empresas já identificam isso e dão a ela a prioridade que merece; mas ainda há aquelas que ainda não consideram a conectividade como um passo chave para tirar o melhor proveito das tecnologias implementadas.

Felipe Stutz é diretor de soluções para América Latina na Orange Business Services.

Saiba mais sobre a
Orange Business Services


Casos de SucessoNossos clientes >

 

BlogsBlogs >

 

ImprensaImprensa >

 

Saiba mais sobre o futuro da tecnologia e das telecomunicações


Conectividade >

Colaboração >

Transformação Digital >

 

Contate-nos

Rua James Joule
65 3º andar - sala 32 - Torre Sul - - Cidade Monções
São Paulo - SP
04576-080
Brasil
+55 11 2187-5300

Encontre-nos no Google Maps