Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Image CAPTCHA
Enter the characters shown in the image.

Proporcionar o evento esportivo mais conectado já visto.

Proporcionar o evento esportivo mais conectado já visto.
May 26, 2016in Newsletter2016-05-262016-06-06Newsletteren
Proporcionar o evento esportivo mais conectado já visto.
Em 10 de junho de 2016 terá início a Euro 2016 da UEFA, o maior evento conectado que já aconteceu – do qual a Orange se orgulha de ser o fornecedor de telecomunicações oficial. Tivemos o privilégio de conversar com Daniel Marion, CIO da UEFA, sobre a EURO 2016 da UEFA e os dois elementos chave envolvidos em fazer deste enorme evento um sucesso – a tecnologia e os fatores humanos.
 

A França tem organizado importantes eventos futebolísticos internacionais no passado, mas a última vez foi no início da revolução da Internet, e muito antes da existência da banda larga móvel de alta velocidade, das redes sociais e das enormes expectativas dos usuários finais. 

Dessa forma, existe uma grande pressão para proporcionar um evento esportivo extremamente conectado, e a pessoa na linha da frente desta tarefa é o CIO da UEFA, Daniel Marion, encarregado de colocar as relações humanas no centro deste desafio tecnológico. Esta pressão não passa despercebida a Daniel Marion. “O nosso principal requisito era encontrar um parceiro que compartilhasse a nossa filosofia: um parceiro que trabalhasse não só de forma incansável mas que fosse também dedicado e tivesse um método de trabalho totalmente compatível com o nosso. Com a Orange a curva de aprendizagem foi muito boa. A chave para o sucesso foi a capacidade de escutar, a “educação” mútua e a partilha de competências.”

Satisfazer os desafios tecnológicos

O principal objetivo de um evento desta dimensão é proporcionar a melhor experiência possível aos espectadores e audiências televisivas por todo o mundo. Satisfazer as expectativas da mais exigente geração de usuários finais requer uma infraestrutura com capacidade para suportar tudo o que eles pretendem fazer, desde o upload de fotografias à interação nas redes sociais durante os jogos ao streaming de vídeo onde quer que estejam.

Portanto, o objetivo está principalmente relacionado com satisfazer e exceder as expectativas e exigências dos fãs e telespectadores. Para conseguir isto, a Orange criou uma parceria com a UEFA e forneceu uma rede de 100 gigabytes com capacidade para transmitir vídeo em 4K, a nova norma para a televisão digital. Os canais de televisão irão receber imagens de definição muito alta que podem ser ampliadas sem perda de qualidade. Com mais telespectadores de televisão HD espalhados pelo mundo do que em qualquer outra época, a necessidade de fornecer imagens HD de alta qualidade é cada vez mais importante.

Abordar estes enormes desafios e aplicar as soluções tecnológicas corretas foi sem dúvida vital para Daniel Marion. O Centro de Transmissão Internacional (IBC - International Broadcast Centre) da UEFA EURO 2016 em Paris estará ligado aos 10 estádios através de cabos de fibra ótica, com 2 cabos para ligar cada um dos estádios – o primeiro sendo uma ligação principal e o segundo um cabo de reserva. Os cabos de fibra ótica transportam o sinal ao IBC onde o vídeo é editado – são adicionados novos elementos como a superimposição do relógio do jogo ou indicador de resultados – que é depois transmitido para mais de 230 territórios, através de 120 entidades emissoras que tenham comprado os direitos de transmissão da UEFA EURO 2016, e para uma audiência cumulativa de mais de 8 milhões de pessoas.

De forma semelhante, em termos de espectadores, a competição deste ano é significativamente maior que a UEFA EURO 2012. Esperam-se cerca de 2,5 milhões de fãs nos jogos nos estádios na França, dos quais 1 milhão serão turistas. Espera-se um aumento de 60 porcento em relação ao evento de 2012 e são esperados 7 milhões de visitantes nas áreas dos torcedores.

Assegurar a melhor experiência de usuário já fornecida

Acertar na tecnologia de transmissão e experiência proporcionada é uma componente enorme da UEFA EURO 2016 e é vital para o sucesso do evento.  O fornecimento de conteúdo televisivo moderno significa a capacidade de fornecer cada vez mais informação e, claro, mais câmeras nos estádios para proporcionar aos telespectadores mais ângulos e uma experiência de visualização melhorada. A UEFA EURO 2016 inclui 10 estádios distribuídos por toda a França, cada um equipado com 38 câmeras – todas concebidas para proporcionar aos telespectadores uma experiência mais interativa do que nunca. A ideia é permitir que os telespectadores visualizem toda a ação como preferirem, seja na televisão, no smartphone, computador ou tablet.

Daniel Marion fala sobre a importância da infraestrutura na experiência do utilizador, dizendo “Esta capacidade quase ilimitada irá permitir que mais conteúdo seja transmitido através da utilização da maior quantidade de câmeras. Como complemento à imagem televisiva normal, as entidades emissoras poderão proporcionar aos seus telespectadores a possibilidade de visualizar a ação a partir de ângulos diferentes. Poderão criar um programa com base numa “segunda tela” nos seus tablets, computadores, telefone móveis... e melhorar a experiência ao vivo. Esta nova dimensão de serviços para plataformas é uma das grandes inovações tecnológicas em uso neste evento (Serviços de Nova Geração).”

A Orange tem colaborado com a UEFA para assegurar que as soluções certas se encontrem implementadas para oferecer a todos os fãs e telespectadores todos os benefícios do evento esportivo mais conectado de todos os tempos. O lado ‘humano’ da UEFA EURO 2016, que oferece a todos os telespectadores a melhor experiência possível, é possibilitado através dos avanços na tecnologia digital. Daniel Marion adianta que, “Através das recentes tecnologias de conectividade e telecomunicação, a UEFA EURO 2016 irá proporcionar uma experiência única. Como resultado da rápida expansão das conexões de alta velocidade que duplicaram desde o último campeonato da EURO em 2012, somos capazes de oferecer serviços nunca antes vistos nesta competição.”

 

Change the display